Ecco Design, Websites e Desing Gráfico

Pesquisadores criam Wi-Fi de maior alcance e três vezes mais rápida

Pesquisadores criam Wi-Fi de maior alcance e três vezes mais rápida

dir-822_a1_image_hfront

Pesquisadores do MIT estão trabalhando em uma tecnologia que pode permitir que redes Wi-Fi operem com maior alcance e em velocidade até três vezes mais rápida. O projeto atua com um sistema que faz com que roteadores funcionem em conjunto e de forma inteligente, alterando a frequência de um sinal durante a passagem de tempo.

O método foi batizado de MegaMIMO 2.0 e cria uma situação em que o sinal alternado em frequências diferentes não compete com outros gerados por roteadores na vizinhança, tornando todo o funcionamento das redes sem fio mais eficiente.

Atualmente, espaços físicos cobertos por redes mantidas por um conjunto grande de roteadores e repetidores Wi-Fi podem apresentar problemas de lentidão, em geral causados por interferências ou mesmo pela presença de um grande número de pessoas conectadas a essas redes. Assim, a técnica do MIT busca reduzir o ruído criado pela instabilidade vinculada a interferências, deixando a rede mais eficiente e, por consequência, mais rápida.

O MegaMIMO 2.0 funciona estabelecendo um regime que força os roteadores e repetidores a funcionarem em conjunto, obrigando esses aparelhos a nunca poluírem uma mesma faixa de frequência com o mesmo sinal ao mesmo tempo. Segundo cálculos dos cientistas, se não houvesse esse sincronismo as frequências ficariam sobrepostas, causando uma perda de eficiência no regime de funcionamento dos roteadores de até 75%.

Com o uso do MegaMIMO 2.0 esse problema é contornado e a capacidade de saída de dados de uma rede acaba aumentada em três vezes. Atualmente, o time de pesquisadores do MIT estuda métodos que permitam explorar o novo protocolo, que organiza e dá eficiência a redes sem fio, em um produto comercial. No entanto, ainda não há uma previsão para que a novidade passe a ser implementada e comece a governar o funcionamento de roteadores sem fio.

Alcance

Outra diferença do padrão AC para seu antecessor é o alcance máximo do sinal. Uma rede Wi-Fi N pode alcançar até 70 metros de distância em condições ideais em ambiente urbano – ou seja, sem levar em consideração a interferência de outros sinais, apenas a presença de pessoas e objetos como paredes e móveis.

Já o alcance máximo do AC é de apenas 35 metros. Ter um sinal mais curto pode parecer uma desvantagem, mas não é. A maior parte das pessoas usa seus dispositivos a uma distância pequena do roteador, o que significa que uma distância maior é muitas vezes desperdiçada.

Além disso, quanto mais longe o sinal for, maior a chance de causar ou receber interferências de outras redes. A lição, neste caso, é ter um Wi-Fi mais conciso e potente nos locais onde precisa ser usado sem problemas. A boa notícia, para quem precisa usar a Internet em um local aberto, é que, nestes casos, o alcance é maior.

Concorrência

Quem usa redes públicas e abertas, como a de universidades, já deve ter sentido sua velocidade ser mais lenta do que deveria, até porque estes locais costumam ter conexões mais rápidas do que a disponível para residências. Muitas vezes, este problema ocorre devido ao alto número de dispositivos conectados ao mesmo tempo.

O roteador Wi-Fi possui sinal limitado e, quanto mais computadores ou smartphones tiver em sua rede, mais lenta fica a conexão. Este problema também ocorre em casas que possuem muitos aparelhos que dependem do mesmo roteador. Com o surgimento da Internet das Coisas, por exemplo, a concorrência se tornou um desafio para os pesquisadores da área.

A solução encontrada, adotada no novo padrão AC, é chamada de MU-MIMO, uma sigla que significa “múltiplos usuários, múltiplos inputs e múltiplos outputs”. Com a ferramenta, o roteador configurado no formato Wi-Fi mais recente pode se comunicar ao mesmo tempo com vários computadores ou celulares, o que permite que um número maior deles se conecte ao mesmo aparelho sem perda de qualidade.

A prática comum dos roteadores é enviar sinais para apenas um dispositivo ao mesmo tempo, mas, depois que a rede sem fio se tornou popular, fazer isto não é mais eficiente.

Velocidade

O padrão AC também possui novidades para ajudar a aumentar a velocidade de transmissão de informações na rede Wi-Fi, o que significa uma Internet mais rápida.

Entre as atualizações está o aumento de largura de banda dos canais, que salta de 80 MHz, no padrão N, para 160 MHz, o que significa um aumento potencial de 100% da velocidade. Os roteadores também serão capazes de transmitir em quatro fontes espaciais diferentes, tornando a troca de dados mais rápida.

A melhora exata da velocidade depende da capacidade do roteador utilizado. O máximo, em teoria, possível para o padrão AC de 160 MHz é de 3,47 Gbps, o que equivale a uma velocidade de download de cerca de 433 MB/s. Em comparação, o máximo possível para o padrão AC de 80 MHz é de 1,73 Gbps (216 MB/s) e, para o padrão N, de 600 Mbps (75 MB/s).

Estes valores se referem às transmissões apenas entre o roteador Wi-Fi e um dispositivo conectado. A velocidade máxima continuaria limitada pela franquia de Internet do usuário.

Via TechTudo

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *